Gordura abdominal pode levar a morte

sábado, outubro 23, 2010

Ter uma barriga sarada não é mais uma questão de estética, para a medicina gordura abdominal pode ser um risco á saúde

A preocupação com a aparência tem tirado o sono de muitos que buscam o corpo perfeito. Pessoas de diversas idades têm se tornado adapteis de novas formas saudáveis para conquistar o corpo desejado, porem não seguindo orientações correta o resultado não será atingido.
Barriga grande é sinal de perigo comenta o endocrinologista Antonio Roberto Chacra, professor da Unifesp  e afirma que além da estética, as pessoas devem ter a  consciência que a obesidade abdominal tem chamado a atenção da medicina como um alerta, pois o tecido adiposo que se acumula no abdômen produz determinadas substâncias prejudiciais à saúde, principalmente ao coração. "A obesidade prejudicial é a que se acumula no abdômen, se a pessoa é obesa por inteiro e não tem tanta barriga, tem menos risco de sofrer com problemas cardiovasculares", conclui.

Para diminuir a barriga, a receita do médico é fazer dieta aliada à atividade física. "O paciente perdendo peso vai conseguir diminuir a gordura abdominal. Mas muitas pessoas têm dificuldades para se reeducar, e logo são orientadas a procurar um nutricionista.”
A nutricionista Mariana Fernandes orienta como perder barriga e diz que recebe em seu consultório cerca de 70 pessoas por semana, com os mesmos objetivos, e afirma que para ter o corpo sonhado é necessário além de passar por uma reeducação física e alimentar, é fundamental ter paciência.
Perder barriga
O primeiro passo é identificar os alimentos que favorecem o desenvolvimento da gordura abdominal e evitar o consumo em excesso dos mesmos. São eles os refrigerantes, o feijão, as frituras, pães, queijos, enlatados, embutidos, alimentos processados, presunto, salame, salsicha e sal em excesso afirma a nutricionista.

Não há necessidade de cortar tais alimentos da dieta e deixar de consumi-los, porem é preciso ter atenção especial com eles e reduzir o seu consumo.

O segundo passo é saber quais alimentos são adequados para uma dieta saudável e não promovem o desenvolvimento da gordura abdominal se ingeridos moderadamente. São eles o farelo de trigo, cereais integrais, pão integral, vagem, nozes, batata, cenoura, legumes, verduras, espinafre, maçã, frutas, chás, suco de limão, melancia, morango, abóbora, agrião, beterraba, cenoura, repolho,tomate, pepino e outros do gênero.

O mais importante é manter uma alimentação balanceada, evitando as gorduras, frituras, doces e refrigerantes. Prefira as carnes magras e acrescente legumes, verduras e frutas ao seu prato.

Evite concentrar a alimentação, procure fazer refeições menos volumosas, em torno de 5 vezes ao dia, sendo café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e jantar.

Beba uma boa quantidade de água ao longo de dia, em torno de dois litros, mas procure evitar a ingestão de grandes quantidades durante as refeições, para impedir a sensação de barriga pesada e facilitar a digestão.

Por fim, Fernandes indica a realização de atividade física rotineira, e ressalta que gordura se acumula quando a ingestão de calorias é superior ao gasto.
A professora de educação física Vânia Santos diz que o perfil das pessoas que freqüentam as academias mudou. “Quando o verão se aproxima as pessoas lotam as academias acreditando que ficarão com o corpo sarado em um mês, e esclarece que a preocupação com a boa forma deve ser constante”, o tempo necessário para perder a gordura varia de acordo com fatores genéticos, freqüência dos exercícios, dieta alimentar e a quantidade de tecido adiposo.

O treino de abdômen, com exercícios localizados, deve ser feito pelo menos três vezes por semana e os exercícios aeróbios que devem ser feitos de cinco a seis vezes por semana, de 40 a 50 minutos.



O treino aeróbico deve combinar duas atividades, dentre corrida, natação, bicicleta e caminhada. A intensidade deve ser alternada, com ritmo mais forte seguido de um mais fraco, em períodos de 2 a 3 minutos cada.
 Vânia garante que a prática incorreta de exercícios pode trazer severos danos a saúde. O recomendável é sempre procurar um profissional para orientá-lo (a), seguindo as orientações o resultado é garantido.

Comentários
16 Comentários

16 comentários:

bia santos disse...

Muito bom o post. Nesse mundo consumista, as crianças estão a cada dia mais obesas.
Parabéns pelo blog!

Excelente post, estamos deixando a nossa população criar uma epidemia generalizada com esses fasts foods.

Muito bom esse post! Realmente é necessário uma reeducação alimentar, afinal boa forma é sinônimo de saúde!
Estou te seguindo me segue tbm??
http://waiting-roomblogger.blogspot.com/
Abraço!

Muito bom esse blogger... assim pude compreender muitas coias. vlw

Juliana Candido disse...

EU ADOREII O TEXTO
SINCERAMENTE FEZ EU PENSAR DIFERENTE A RESPEITO DA GORDURA,MAS
É MUITO BOM PREVENIR '-'

PARABÉNS AEE

MUITO SUCESSO :)

Marionete Sagaz disse...

Um comentário que foge um pouco do assunto: Não acho bacana barriga tanquinho em mulher... Essas ondinhas só ficam bonitas nos homens :-).

Gil disse...

Saúde em primeiro lugar sempre,e se com isso ajuda a estética,melhor ainda!

Jeh Pagliai disse...

Ai meu Deus, fiquei assustada agora...
A barriguinha gordinha do meu namorido que tanto gosto, é perigosa :( Rs

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

Carina disse...

Parabéns pelo blog! Está muito interessante mesmo.

Estou te seguindo, viu?! ;D

Abração.

Daniel Silva disse...

Tudo que eu queria era ter a barriga desse cara...rs. Mas ta foda...

Meu Blog:
http://apenas-daniel.blogspot.com/
Participo do Blog:
http://tvaver.blogspot.com/2010/10/marcelo-rezende-estreia-hoje-no-domingo.html

Verdade, mas poucas pessoas possuem essa consciência de saúde.

Andrea Pacheco disse...

Olá, jornalista! Tudo bem?
Conheci seu blog através da comunidade do Blogger no Orkut.
Gostei. Parabéns!!!

Blog do Gustavo disse...

Por isso que sempre faço exercicios fisicos, tento sempre manter meu corpo em forma!!



http://tecnojogosbr.blogspot.com/

"Nada mais privado que o próprio corpo". (Calcanhar de Aquiles)

Reeducação alimentar associada a atividade física relaciona-se à saúde e bem-estar.

Muito bacana o uso que faz desse espaço.
Abração do amigo "Calcanhar" aqui.

Mister Neurotic disse...

O problema é que não gosto deste tipo de barriga. Acho tão feia. Não gosto de todos esses músculos e ondinhas. Mas se é pela saúde, é melhor que as pessoas tenham.

Uma dieta balanceada e atividade física constante resolvem qualquer acumulo de gordura abdominal
Precure sempre um bom médico para orientar na dieta e um prof de educação física para montar um treino

Followers