Ela sofreu calada

domingo, março 07, 2010



O que seria de nós  homens sem elas?, companheiras, amigas belas e cheias de graça, no dia 08 de Março se homenageia as Mulheres  que na verdade mereciam ser homenageadas como a coluna do homem em todos os dias.
Não podia  deixar  passar batido e lembrar de uma senhora guerreira que entrevistei , toda vida passou se  dedicando ao bem  estar dos seus filhos. Dona Cleusa, uma senhora de 52 anos, catadora de papelão e moradora da  favela pantanal  na zona leste de SP, é um exemplo  vivo de que quando você não se cala sua historia pode mudar.
A mais ou menos 20 anos foi casada com FJ da Silva (não quis revelar o nome do seu  ex-marido), ela diariamente era espancada em  frente dos seus 3 filhos pequenos. Na época não tinha a quem reclamar, ameaçada diariamente pelo seu ex-marido, com medo  do pior, ela se calou a meios a tortura domestica que vivia.
Dona Cleusa relatou que muitas vezes não tinha o que dar para  comer aos seus  filhos, passando a  catar papelão, com o pouco dinheiro que conseguia  seu companheiro que viva desempregado  gastava tudo com bebidas, e o principal alimento de sua família passou a ser pão seco, fubá (que conseguia como doação de uma mercearia da região) e algumas frutas que  pegava  do chão quando acabava as feiras de rua.
Muitas vezes foi  surpreendia pelos seus  filhos ao  vê-la  chorando, o que mais lhe doía era saber que  não podia dar a eles uma vida melhor. Brinquedos, roupas novas e  comida eram coisas que passavam longe da casa daquela senhora, porem um dia ela quis acabar de vez  com essa situação, Dona Cleusa desabafou  para uma amiga o quanto sofria e a partir desse dia ela foi encorajada a abrir a boca e enfrentar seu  marido, criou  coragem e foi a uma delegacia onde fez um denuncia  relatando tudo o que sofria.
Seu ex-marido ao ser procurado pela  policia fugiu, e com medo de ser morta, pois seu  marido era muito  violento ,essa senhora foi  morar na casa de uma amiga, pois  não tem parentes  em São Paulo.
Poucos dias depois seu ex- marido foi  preso, e Dona Cleusa  passou a respirar mais aliviada, era um novo tempo. Então ela decidiu a retornar aos estudos, voltou a estudar, hoje ainda cata papelão e materiais recicláveis pela rua da cidade, mas também ganha um dinheirinho extra com costuras  e não falta nada em sua humilde casa.
Mas ela sonha e tem certeza que sua  vida ainda será bem  melhor.
Infelizmente ainda existe muitas diferenças entre o homem e o  papel ocupado  pela mulher na sociedade , mas muitas coisas podem mudar e com exemplo dessa Senhora , não deixe que o  08 de Março seja apenas uma data qualquer, se você conhece ou passa por uma situação semelhante, denuncie, ligue 180 Central de atendimento a  Mulher dara toda a orientação  necessária para quem esta vivendo uma triste realidade.
Una-se a  milhares de pessoas  no combate à violência contra as mulheres
LEIA MAIS - Ela sofreu calada

Followers