Brasileiros não tem hábito da leitura

sexta-feira, setembro 04, 2009

"Viajar pela leitura
sem rumo, sem intenção.
Só para viver a aventura
que é ter um livro nas mãos.
É uma pena que só saiba disso
quem gosta de ler.
Experimente!
Assim sem compromisso,
você vai me entender.
Mergulhe de cabeça
na imaginação!"


Um convite a leitura, é o que trata o poema de Clarice Pacheco, hábito que todos deveriam ter. Conforme pesquisa realizada por amostragem, com base em 5,2 mil entrevistas em 311 municípios brasileiros dos 27 estados, foi confirmado que metade de nossa população não tem o hábito de ler.

As Regiões Norte e Nordeste, apresentam os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do país, também registraram as menores médias de leitura por habitante/ano: 3,9 e 4,2 respectivamente.

O relatório aponta que os classificados como não leitores estão na base da pirâmide social: 28% deles não são alfabetizados e 35% estudaram só até a 4ª série do ensino fundamental. Metade do grupo pertence à classe D e a maioria tem renda familiar de um a dois salários mínimos. A pesquisa indica ainda que os livros religiosos são os que mais atraem esse público: 4,5 milhões disseram ler a Bíblia.

Banco de imagens

Entre os motivos para não ler, a falta de tempo aparece como o mais apontado, com 29%. Outros 28% não lêem porque não são alfabetizados e 27% porque não gostam ou não tem interesse, entre as limitações, 16% afirmaram que possuem um ritmo lento de leitura e outros 7% disseram não compreender a maior parte do que lêem. O relatório ressalta que a leitura aparece em quinto lugar entre as atividades preferidas dos entrevistados, ficando atrás de ver televisão, ouvir música, ouvir rádio e descansar.

É desde criança que devemos dar mais atenção aos nossos pequeninos, incentivando a leitura, para que essa realidade seja alterada, no final da infância para o inicio da adolescência, muitos jovens começam a construir seu caráter e adquirir hábitos que podem ser estendido para a vida toda. Com costumes positivo como da leitura, teremos cidadãos melhores instruídos que passaram a entender melhor os seus direitos.

Porem falta investimento na educação e incentivo à leitura nas escolas, o governo tem que trabalhar para mudar o índice dessa pesquisa para algo positivo, com o maior grau de escolaridade, maior será o hábito da leitura, mas será que isso é interessante aos nossos governantes? Será que eles não preferem que a situação fique da forma que esta, para que assim eles possam continuar com a roubalheira dos recursos públicos, permanecendo no poder alienando a todos dizendo que estão fazendo alguma coisa?

Perguntas que talvez nunca tenham respostas, mas espero que essa realidade mude para que possamos ser uma grande potência.

Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Jaime Guimarães disse...

Olá! Eu tive um professor que dizia o seguinte: "você não tem falta de tempo. O tempo está aí. O que falta, na verdade, é organizar esse tempo". E eu sempre respondo isso quando dizem pra mim que "falta tempo".

Na verdade o problema do incentivo à leitura no Brasil é bem complexo. Primeiro não existe uma política séria de incentivo e tampouco há bibliotecas atrativas nas cidades. As escolas também deixam a desejar, de certa forma, pois há tentativas e esforços em se utilizar computadores na educação ( o que é louvável, sem dúvida), mas pouco é feito em relação a livros.

Porém há outro problema e esse mais sério ainda. Já estive em turmas de cursos de pedagogia e Letras em que parte considerável dos estudantes admitiam, sem constrangimento, que não gostavam de ler.Futuros pedagogos e professores de língua portuguesa e literatura!

Com o desprezo de uma política pública de incentivo à leitura juntando a esse triste fator, fica complicado...mas acredito que nós, leitores, podemos tenta contribuir de alguma forma. Comentando um livro com o mesmo entusiasmo que comentamos um filme, para deixar o outro curioso. Que tal? Um começo.

abs!

abs!

Vini e Carol disse...

Belo texto!
O fato de sermos um país subdesenvolvido, com um índice de analfabetismo enorme, entre os maiores do Mundo diga-se de passagem, está pela falta de leitura. Os alunos de hoje em dia não lêem por vontade, e sim por obrigação, e com isso não aprendem nada.
Deveria ter mais programas sociais que incentivem a leitura, só assim poderemos ler um pouco mais.
Abraço.

luiz scalercio disse...

cara ocupado e as escolas
que tem que falar .
ler faz bem .

kikinhah disse...

Se for parar pra ver até temos um certo incentivo atravéz da Tv e outros meios de comincação, mas precisa mais.
O hábito de ler faz com que aprendemos mais a escrever e a falar as palavras corretas...
Mas infelizmente o hábito da leitura não alcança todas as culturas...
Eu amo ler, sempre que posso estou lendo algum livro.
Ler é um exercício da sabedoria.
BjOs^^

Jess disse...

eu nao me encaixo nesse hábito de não ler, adoro a sthepenie meyer, li machado de assis, varios outros livrospor pura e espontânea vontade, ate ando escrevendo uma historia, o que eu acho q falta no pais eh acesso as bibliotecas em algumas regioes e tbm a falta de aquisição de dinheiro.

http://theunknowteenlife.blogspot.com/

Maria Catarina Souza disse...

Compartilho com tuas ideias. Precisamos formar leitores, se possível críticos.
Os versos de Clarice Pacheco de incentivo a leitura são encantadores.

Followers