Microsoft e Yahoo! Contra o Google

sábado, setembro 26, 2009

Microsoft e Yahoo! anunciaram um acordo histórico, na área de mecanismos de busca buscas na internet. Com um acordo de 10 anos, as operações de busca das duas empresas serão integradas, que ainda passará pela aprovação de acionistas e agências reguladoras.

Caso seja colocado plenamente em prática, o Bing será o motor de busca do Yahoo!, que ficará responsável pela parte de publicidade nas buscas.

Para a Microsoft, representa um aumento de participação na área de buscas. Antes menos de 10%, a previsão agora é chegar a 30% de mercado (O Google é líder, tem 65% de participação).

Divulgação

Para o Yahoo!, o acordo significa economia. A empresa espera economizar US$ 200 milhões por ano com o desenvolvimento de sua antiga busca.

Para os usuários é bom, mais inovação, mais uma opção de busca. Para quem produz conteúdo, existe a possibilidade de ter uma nova fonte de tráfego.
Se isso vai abalar o Google a longo prazo? A resposta é incerta.

O Google tem um ativo muito valioso, que é o hábito das pessoas em utilizar o sistema de busca.










LEIA MAIS - Microsoft e Yahoo! Contra o Google

Atividades física é o remédio ideal para a vida saudável

quinta-feira, setembro 17, 2009


Todo mundo já sonhou em ter aquele corpão sarado, músculos definidos e estar livre daquelas gordurinha indesejável, porem muita gente tem preguiça de freqüentar uma academia ou até mesmo de praticar esportes. Estamos carecas de saber que a  prática regular de exercícios físicos acompanha-se de benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo.

Do ponto de vista músculo-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras.


Com relação à saúde física, é notável a  perda de peso e da porcentagem de gordura corporal, redução da pressão arterial em repouso, melhora do diabetes, diminuição do colesterol total e aumento do HDL-colesterol (o "colesterol bom"). Todos esses benefícios auxiliam na prevenção e no controle de doenças, sendo importantes para a redução da mortalidade associada a elas.

Banco de imagens

 A pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40% (conforme pesquisas). Isso mostra que uma pequena mudança nos hábitos de vida é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida.

Já no campo da saúde mental, a prática de exercícios ajuda na regulação das substâncias relacionadas ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com problemas e com o estresse. Além disso, auxilia também na manutenção da abstinência de drogas e na recuperação da auto-estima. Há redução da ansiedade e do estresse, ajudando no tratamento da depressão.
A atividade física pode também exercer efeitos no convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de trabalho quanto no familiar.

Interessante notar que quanto maior o gasto de energia, em atividades físicas habituais, maiores serão os benefícios para a saúde. Porém, as maiores diferenças na incidência de doenças ocorrem entre os indivíduos sedentários e os pouco ativos. Entre os últimos e aqueles que se exercitam mais, a diferença não é tão grande.

 Assim, não é necessária a prática intensa de atividade física para que se garanta seus benefícios para a saúde. O mínimo de atividade física necessária para que se alcance esse objetivo é de mais ou menos 200Kcal/dia. Dessa forma, atividades que consomem mais energia podem ser realizadas por menos tempo e com menor freqüência, enquanto aquelas com menor gasto devem ser realizadas por mais tempo ou mais freqüentes.

Corrida é uma ótima opção para quem quer iniciar uma atividade física

Eu não tenho preguiça, malho bastante porque sei os benefícios que estou tendo e porque quero manter meu corpo sarado (rs..rs..), mas, se você não gosta de musculação tente  praticar algum esporte, futebol, natação vôlei, sei lá mas, faça algo que a sua saúde agradece.

LEIA MAIS - Atividades física é o remédio ideal para a vida saudável

Independência do Brasil.

segunda-feira, setembro 07, 2009

Sete de setembro de 1822 proxímo ao riacho Ipiranga, aconteceu o episódio conhecido como o Grito do Ipiranga, Dom Pedro I levantou sua espada e gritou "Independência ou Morte"", esse foi um fato histórico que marcou a Independência do Brasil, que deixou de ser colônia de Portugal para ser um país referencial da América do Sul.


Brasil um sonho intenso, um raio vívido de amor e esperança...

Mesmo com tantas diferenças econômica entre os brasileiros, e o preconceito que muitos vivem, o povo dessa nação são guerreiros que não somente tem sonhado com esperança mas lutão todos os dia para que essa esperança não seja algo distante, seja o presente.

...Ó Brasil, florão da América, iluminado ao sol do novo mundo!

Um novo Brasil é o que promete se tornar nosso país, temos muitas riqueza descobertas e muitas que ainda iremos descobrir, esperamos que as futuras gerações possão desfrutar de tantas coisas boas e viver uma outra realidade. Com tantas diferenças eu e muitos desse país amamos nossa nação.


Terra adorada, entre outras mil, és tu, Brasil, ó pátria amada!


Dos filhos deste solo és mãe gentil,


Pátria amada,


Brasil

LEIA MAIS - Independência do Brasil.

Brasileiros não tem hábito da leitura

sexta-feira, setembro 04, 2009

"Viajar pela leitura
sem rumo, sem intenção.
Só para viver a aventura
que é ter um livro nas mãos.
É uma pena que só saiba disso
quem gosta de ler.
Experimente!
Assim sem compromisso,
você vai me entender.
Mergulhe de cabeça
na imaginação!"


Um convite a leitura, é o que trata o poema de Clarice Pacheco, hábito que todos deveriam ter. Conforme pesquisa realizada por amostragem, com base em 5,2 mil entrevistas em 311 municípios brasileiros dos 27 estados, foi confirmado que metade de nossa população não tem o hábito de ler.

As Regiões Norte e Nordeste, apresentam os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do país, também registraram as menores médias de leitura por habitante/ano: 3,9 e 4,2 respectivamente.

O relatório aponta que os classificados como não leitores estão na base da pirâmide social: 28% deles não são alfabetizados e 35% estudaram só até a 4ª série do ensino fundamental. Metade do grupo pertence à classe D e a maioria tem renda familiar de um a dois salários mínimos. A pesquisa indica ainda que os livros religiosos são os que mais atraem esse público: 4,5 milhões disseram ler a Bíblia.

Banco de imagens

Entre os motivos para não ler, a falta de tempo aparece como o mais apontado, com 29%. Outros 28% não lêem porque não são alfabetizados e 27% porque não gostam ou não tem interesse, entre as limitações, 16% afirmaram que possuem um ritmo lento de leitura e outros 7% disseram não compreender a maior parte do que lêem. O relatório ressalta que a leitura aparece em quinto lugar entre as atividades preferidas dos entrevistados, ficando atrás de ver televisão, ouvir música, ouvir rádio e descansar.

É desde criança que devemos dar mais atenção aos nossos pequeninos, incentivando a leitura, para que essa realidade seja alterada, no final da infância para o inicio da adolescência, muitos jovens começam a construir seu caráter e adquirir hábitos que podem ser estendido para a vida toda. Com costumes positivo como da leitura, teremos cidadãos melhores instruídos que passaram a entender melhor os seus direitos.

Porem falta investimento na educação e incentivo à leitura nas escolas, o governo tem que trabalhar para mudar o índice dessa pesquisa para algo positivo, com o maior grau de escolaridade, maior será o hábito da leitura, mas será que isso é interessante aos nossos governantes? Será que eles não preferem que a situação fique da forma que esta, para que assim eles possam continuar com a roubalheira dos recursos públicos, permanecendo no poder alienando a todos dizendo que estão fazendo alguma coisa?

Perguntas que talvez nunca tenham respostas, mas espero que essa realidade mude para que possamos ser uma grande potência.

LEIA MAIS - Brasileiros não tem hábito da leitura

Followers